terça-feira, 31 de agosto de 2010

A Nossa Senhora de Roma…é simplesmente a Nossa Senhora da Babilônia

Maria, a mãe de JESUS, foi uma santa mulher. Humilde, fiel a DEUS, pelo ESPÍRITO SANTO tornou-se a mãe de JESUS. Desde o século V a veneração de Maria vem sendo exaltada pela Igreja Católica, e hoje ela é adorada até mais que JESUS. Seu título é Rainha dos Céus ou Rainha do Universo. Mas essa história começa bem antes da nossa era, vem da antiga Babilônia fundada por Ninrod.
Maria Catolicismo = Maria Babilônia
Semiramis, rainha da antiga Babilônia e outros reinos, casou-se com Ninrod, que algumas fontes afirmam ser também seu filho. Ela engravidou teve um filho que chamou Tamuz, que nasceu depois de Ninrod ter morrido. Ela decidiu manter o poder de Ninrod, poderoso caçador, que se fez o primeiro imperador após o dilúvio. Para esse fim ifundiu que Ninrod se tornou o deus sol, pois era por todos considerado caçador, rei e portanto um grande herói. Inventou a estória de que a morte de Ninrod ocorreu para a salvação da humanidade, e que ele retornaria na forma de uma criança e salvador. Essa criança seria a semente da mulher destinada a esmagar a cabeça da serpente. É de se lembrar que, desde a entrada do pecado no mundo, esperavam o nascimento do Salvador prometido ao primeiro casal.
Quando nasceu o filho dela com Ninrod, ela lhe deu o nome de Tamuz, que foi deificado como salvador da humanidade. Mas com o tempo, a mãe de Tamuz foi ainda mais venerada, pois o milagre da reencarnação do poderoso Ninrod foi a ela atribuído. Ela ao que parece era vista como virgem sendo “o nascimento do filho foi declarado miraculoso e, portanto, a mãe foi chamada de Virgem Mãe” recebendo entre outros, o título de Rainha dos Céus. Tamuz foi apresentado a todos como a reencarnação de Ninrod.
A veneração a Semiramis e Tamuz se espalhou para diversos países do mundo da época, tendo-se as famílias espalhado pela confusão das línguas. Em muitos lugares do mundo os povos adoravam uma mãe com seu filho nos braços, bem antes do nascimento de JESUS. Os nomes da mãe e de seu filho mudavam de acordo com as línguas surgidas naqueles dias, tais como: Ashtarot e Baal na Fenícia; Ishtar ou Inanna na Assíria; Isis e Osiris no Egito; Afrodite e Eros na Grécia; Vênus ou Fortuna e Cupido ou Júpiter em Roma. Mas em outros povos também havia esse conceito religioso místico, como entre os chineses, os antigos germanos, os escandinavos, os etruscos, os druidas e na Índia. Foram erigidos monumentos em homenagem a deusa-mãe Semíramis com seu filho Tamuz nos braços. Entre os israelitas um dos títulos a deusa mãe era Astarote ou Astarte e rainha dos céus que até eles adoravam (cf. Jer. 7:18; 44:17-19 e 25 e Ezeq. 8:14).
No cristianismo católico, a Rainha Mãe veio a ser Maria, mãe de JESUS, esse em lugar de Tamuz. Foi no tempo de Constantino que começaram a ver Maria como deusa, mas ainda não era adorada. Tal como na antiga Babilônia, Maria, também venerada como Rainha dos Céus, passou a ser adorada mais intensamente que o próprio JESUS. Ela é adorada como a mãe de JESUS, como foi Semiramis na antiguidade. Hislop explica que “A Nossa Senhora de Roma… é simplesmente a Nossa Senhora da Babilônia. A Rainha dos Céus na primeira Babilônia é a mesma Rainha dos Céus na última Babilônia, a atual.
Baseado em parte no livro: The Two Babylons (As Duas Babilônias), de Alexander Hislop, 1917.
………………………………………………………………………………………………………..

A Deusa Mãe ao Longo da História

(Atos 19:34-35) – Mas quando conheceram que era judeu, todos unanimemente levantaram a voz, clamando por espaço de quase duas horas: Grande é a Diana dos Éfésios. Então o escrivão da cidade, tendo apaziguado a multidão, disse: Homens efésios, qual é o homem que não sabe que a cidade dos Éfésios é a guardadora do templo da grande deusa Diana, e da imagem que desceu de Júpiter?
deusa-mae
A deusa mãe: Perceba o símbolo do deus-sol atrás de todas as imagens (o círculo), símbolo do ocultismo.

O livro clássico do Reverendo Alexander Hislop, The Two Babylons [As Duas Babilônias], e o Livro A Virgem Maria: Está Morta ou Viva de Danny Vierra são as bases de nosso estudo.
O profeta Isaías 700 anos antes de Cristo já declarou que o FILHO DE DEUS nasceria de uma virgem, ou uma mulher jovem como diz o original em hebraico (Isaias 7:14). Satanás, ou Lúcifer, o Anjo Caído, de alguma maneira já sabia dos planos de Deus de enviar o messias através de uma virgem. Para tanto resolveu criar uma deusa que tenha tido um filho com o objetivo de derrotar o evangelho de Deus.
Dados históricos comparados com a Bíblia mostram que depois do dilúvio de Noé, os sobreviventes se multiplicaram e edificaram a cidade da Babilônia. Lá nesta cidade havia um virgem lindíssima cujo nome era SEMÍRAMIS.
SEMÍRAMIS se tornou a Rainha da Babilônia e casou-se com NINRODE. Historicamente ele foi chamado de:” MARIDO DE SUA MÃE”. Satanás usou a ambos para criar uma seita diabólica tão poderosa que espalhou-se pelo mundo inteiro e multidões visaram a SEMÍRAMIS como sua Mãe-protetora.
Foram SEMÍRAMIS e NINRODE que inventaram o confessionário e o celibato.
NINRODE foi chamado por muitos de MOLOQUE: pessoas doavam seus filhos bebês para serem sacrificados em honra a ele. Quando NINRODE foi morto, o povo lamentou. SEMÍRAMIS agiu bem depressa para tomar vantagens da situação, engravidou e deu a luz a um outro filho e o proclamou que ele era a reencarnação de NINRODE. O filho foi chamado de TAMÚZ, ele se tornou o deus do sol. Também se tornou conhecido como BAAL.
SEMÍRAMIS foi transformada em uma deusa tal como BAALTI (A MADONA), RAINHA DO CÉU, A MEDIATRIZ, A MÃE DA HUMANIDADE, ASTARTE, etc. Com o passar dos tempos, monumentos a esta deusa e seu filho apareceram em muitas nações…quando o povo da Babilônia foram espalhados pelas várias partes da terra, levou com ele a adoração da divina mãe e filho.

Assim satanás conseguiu estabelecer a sua religião mortífera bem antes que Jesus nascesse.
No Egito a Mãe se chamava Osís e o Filho Orus.
Em Roma era Vênus e Jupiter.
Em Israel era Astarote e Baal.
Vejamos quadro abaixo:
deusa-mae2
1) Ankh Nes Meryre e filho Pepi. 2) Cyprus. 3) Madonna Guanyin, deusa da misericórdia 4) Matrika de Tanesara da India 5) Yasoda e Krishna. 6) Mãe e Filho 2000-1850 B.C. 7) Mexico, Jalisco 200 B.C.- 500 A.D. 8) Maya. 9) Mexico, Colima 200 B.C.- 500A.D. 10) Mykene, Grécia 11) deusa Sun , Arinna. 12) Virgem Maria (esta não é e virgem Maria da Bíblia)
O livro clássico do Reverendo Alexander Hislop, The Two Babylons [As Duas Babilônias], escrito em 1917 afirma que foi Sem que montou um exército e matou Ninrode (Moloque). Para garantir que os povos daquele tempo compreendessem perfeitamente a totalidade da derrota de Ninrode nas mãos do defensor de Deus, Sem desmembrou o corpo de Ninrode e enviou as partes às muitas cidades do império, para servir de advertência sobre o que aconteceria a quem se atrevesse a seguir as crenças de Ninrode.
No entanto, os aderentes de Ninrode eram muitos e estavam determinados a continuar com as práticas idólatras de seu falecido líder. Assim, seus seguidores fundaram as primeiras Sociedades Secretas com o objetivo de preservar suas doutrinas e objetivos. Estas sociedades seriam protegidas por juramentos sérios e confissões. As confissões dos iniciados eram críticas, pois uma vez que uma pessoa revelava seus erros para outra pessoa, era mantida por medo de exposição, caso deixasse a sociedade. Essa provavelmente é a razão porque Jesus Cristo disse que nada deve ser feito em segredo, e que seus seguidores não devem fazer juramentos.
Naturalmente satanás pré-criou a Deusa Mãe e depois desvirtuou a história da verdadeira Maria a divinizando, a transformando numa “Nossa Senhora”.
1. Bíblia condena a idéia de uma Rainha do Céu (Astarte, Semirâmis)
Jeremias 7:18 Os filhos apanham a lenha, e os pais acendem o fogo, e as mulheres preparam a massa, para fazerem bolos à rainha dos céus, e oferecem libações a outros deuses, para me provocarem à ira.
2. Os seguidores de Javé usavam o argumento de que possuiam prosperidade material ao seguí-la.
Jeremias 44:17 Mas certamente cumpriremos toda a palavra que saiu da nossa boca, queimando incenso à rainha dos céus, e oferecendo-lhe libações, como nós e nossos pais, nossos reis e nossos príncipes, temos feito, nas cidades de Judá, e nas ruas de Jerusalém; e então tínhamos fartura de pão, e andávamos alegres, e não víamos mal algum.
Jeremias 44:18 Mas desde que cessamos de queimar incenso à rainha dos céus, e de lhe oferecer libações, tivemos falta de tudo, e fomos consumidos pela espada e pela fome.
Curiosamente, no final dos tempos quem não seguir a religião universal ou Babilônica, símbolo do catolicismo e protestantismo corrupto não poderá comprar e nem vender (Apoc 13:11-17). Veja A Profecia das Nações para entender melhor.
Fonte: Adventismo em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

A verdade nua e crua!!!


Mesmo que você esteja em uma minoria de um a verdade continua sendo verdade ainda que esta seja esmagada contra a parede permanecerá imutável.

A Verdade Liberta !!! averdadeliberta777.blogspot.com

"Se as pessoas apenas entendessem a tamanha injustiça de nosso Dinheiro e Sistema Bancário, aconteceria uma revolução antes do amanhecer." - Andrew Jackson

Pesquisar este blog

Seja um de nossos seguidores!!!

Arquivo do blog

Minha foto
Ibaté, São Paulo, Brazil
Eu sou cristão protestante da Igreja Presbiteriana Independente de Ibaté, cidade onde cresci e vivo atualmente... Não me considero um religioso, penso que só a religião em si não tem o poder de salvar a alma de ninguém nem transformar uma pessoa corrompida em um cidadão de bem... A religião nada mais é do que uma das instituições que em conjunto formam a sociedade.Assim como a família, a escola, o club,etc... Nada mais servem do que para nos moldar conforme o padrão que a sociedade requer, para que assim possamos viver de forma ''civilizada''... Uma escravidão a qual somos submetidos ao fazer parte da sociedade pois esta é englobada em um sistema rígido, manipulador e opressor... Não sou perfeito como nínguém é, mas apenas tento dar a minha colaboração a essa pobre gente como eu,(a grande massa), que já está tanto cansada de lutar e enfrentar tantas mentiras... Sou apenas mais um louco idealista neste mundo capitalista.