sábado, 26 de junho de 2010

Eu estava fora do Brasil quando ocorreu o atentado ao World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Estava trabalhando quando as torres foram atingidas, e acompanhei tudo por um telão imenso. Vi a preocupação de amigos e colegas de trabalho que possuia familiares ou amigos trabalhando no WTC e imediações.
De lá pra cá, já se passaram vários anos, assisti a muitos documentários e li bastante coisa a respeito. Alguns muito bons, outros nem tanto. Contudo, foi só no ano passado que tive contato com o trabalho de Mae Brussel e seus seguidores.
Mae foi uma pesquisadora histórica que começou suas atividades pela ocasião da morte de JFK em 1963. Em 29 de maio 1968, Mae encontrou Rose Kennedy no Aeroporto da Península de Monterry e entregou um bilhete informando que Robert Kennedy logo seria assassinado. Ele foi alvejado mortalmente uma semana depois no Ambassador Hotel em Los Angeles.
Mae Brussel teve vários programas em rádio de 1971 até 1988, quando encerrou suas transmissões em definitivo após várias ameaças de morte. Mae morreu de câncer naquele mesmo ano.
Mas Mae inspirou muitas pessoas, inclusive Tim Canale, webmaster do site maebrussel.com.
Na ocasião do 11 de setembro, Tim gravou por horas as informações sobre o atentado. E eis que descobriu algo importantíssimo em uma fita não editada e sem narração, algo que nenhum outro documentário sobre o 9/11 mostrou.
Alguém já reparou que em documentários como Loose Change e os de Alex Jones, quase nada é mencionado sobre o envolvimento de Israel? Contudo, e os israelenses que foram pegos com uma van cheia de explosivos? E sobre os 200 israelenses deportados por espionarem nas semanas que seguiram o atentado de 9/11? Os cinco israelenses especialistas em explosivos – e disfarçados de árabes – pegos com a van explosiva na base da Washington Bridge e que depois tentaram fugir da polícia de New Jersey, disseram aos policiais, “estamos do seu lado, os Palestinos é que são o problema de vocês”. Mas até o 11 de setembro, nenhum Palestino nunca havia cometido um ato terrorista nos EUA ou contra americanos.
Foi Israel que bombardeou, metralhou e disparou torpedos no navio USS Liberty da marinha americana em 1967. Também foram os israelenses que bombardearam empresas e a embaixada americana no Egito, e jogou a culpa nos egípcios no que depois foi chamado de “Lavon Affair”. Também foram eles que explodiram uma discoteca em Berlin para culpar o Líbano. Os sionistas chegaram a explodir sua própria embaixada na Argentina para tirar o foco dos argentinos nos crimes (principalmente econômicos) que eram cometidos pelos israelenses no país dos hermanos. Também foram eles que lá atrás, em 1948, explodiram o King David Hotel, matando 98 e ferindo centenas de diplomatas ingleses e membros das tropas de paz da ONU. Chegaram a sequestrar um militar britânico de alto escalão e o enforcaram um uma oliveira, mesmo após o Reino Unido tentar uma negociação. [Judeus, sionistas, sempre eles...] E porque a mídia não fala de nada disso?? POR QUE A GRANDE MÍDIA PERTENCE A ELES.
Mas voltando ao assunto em questão, o atentado ao WTC, observem o vídeo abaixo, baseado no em partes do vídeo não editado e sem áudio, mas com os comentários de Tim Canale:
Explosivos previamente colocados e computação gráfica.Essa é a "verdade" do 11 de setembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

A verdade nua e crua!!!


Mesmo que você esteja em uma minoria de um a verdade continua sendo verdade ainda que esta seja esmagada contra a parede permanecerá imutável.

A Verdade Liberta !!! averdadeliberta777.blogspot.com

"Se as pessoas apenas entendessem a tamanha injustiça de nosso Dinheiro e Sistema Bancário, aconteceria uma revolução antes do amanhecer." - Andrew Jackson

Pesquisar este blog

Seja um de nossos seguidores!!!

Arquivo do blog

Minha foto
Ibaté, São Paulo, Brazil
Eu sou cristão protestante da Igreja Presbiteriana Independente de Ibaté, cidade onde cresci e vivo atualmente... Não me considero um religioso, penso que só a religião em si não tem o poder de salvar a alma de ninguém nem transformar uma pessoa corrompida em um cidadão de bem... A religião nada mais é do que uma das instituições que em conjunto formam a sociedade.Assim como a família, a escola, o club,etc... Nada mais servem do que para nos moldar conforme o padrão que a sociedade requer, para que assim possamos viver de forma ''civilizada''... Uma escravidão a qual somos submetidos ao fazer parte da sociedade pois esta é englobada em um sistema rígido, manipulador e opressor... Não sou perfeito como nínguém é, mas apenas tento dar a minha colaboração a essa pobre gente como eu,(a grande massa), que já está tanto cansada de lutar e enfrentar tantas mentiras... Sou apenas mais um louco idealista neste mundo capitalista.